Mulheres a viajar sozinhas em segurança

Tenho encontrado ao longo das minhas viagens muitas mulheres a viajar sozinhas e a verdade é que cada vez mais as mulheres viajam sozinhas por escolha própria.
Sou uma grande admiradora de todas nós, as que nos aventuramos pelo mundo, sozinhas, sem precisar de um segundo elemento para nos manter em segurança. Mas, ainda assim, em muitos países somos vistas como o sexo mais frágil e mais susceptível de ser magoado e, fora da nossa zona de conforto, precisamos de estar atentas a este facto, que não estamos em casa, no nosso país.
Como já viajei sozinha várias vezes, sei por experiência própria que conselhos dar-te para aproveitares ao máximo a tua viagem em segurança.

1. Os básicos
Antes de partires de viagem (e isto aplica-se a homens também), faz cópias do teu passaporte, seguro de saúde, boletim de vacinas e qualquer documento importante para ti. Leva sempre contigo uma cópia do passaporte e deixa-o onde estás acomodada, guardado no teu cofre do hostel. Faz um scan destes documentos, guarda-os no teu e-mail e envia para alguém de tua confiança. É útil e imprescindível numa viagem.
Se já saberes onde vais ficar alojada, mantém contigo sempre a morada e o número de telefone do alojamento.

2. Pesquisa bem sobre o país para onde vais
Pesquisar em antemão o país que vais visitar não vai cortar a espontaneidade nem a aventura da tua viagem. Se vais para algum país muçulmano, pesquisa bem a indumentária do país. No Irão, por exemplo, convém levares um lenço a tapar o cabelo e não mostrar pernas, braços e decote. No geral, só nestes países é que precisas de ter mais atenção, mas não aconselho a vestires um crop top decotado e uns calções e ires passear pelas ruas de Lima, no Peru, sozinha. Pesquisa se é aceite uma mulher fumar num espaço aberto. Disseram-me que na Indonésia, é reprimido uma mulher fumar na rua.
O mais importante é que te mantenhas discreta, sem dar muito nas vistas.

3. A noite é mágica, mas também trágica
Ainda na minha viagem no Peru, a minha amiga viu uma situação perturbadora. De noite, estávamos a jantar numa rua muito pouco movimentada e uma rapariga estrangeira estava bêbeda, sozinha e perdida na rua. Quase inconsciente, dois peruanos viram-na e levaram-na com eles. Apareceu depois a amiga dela a perguntar se alguém sabia para onde tinha ido. Não sei o que aconteceu, mas quando estás neste estado vulnerável, coisas más podem acontecer.
Não andes nunca sozinha na rua à noite e se tiveres mesmo de ir a algum lado, pede a alguém no hostel que te chame um táxi credenciado e vai sempre para locais movimentados por turistas.

4. Cuidado com os táxis
Nos países subdesenvolvidos é bastante comum haver esquemas entre taxistas. Evita ao máximo apanhar táxis que não sejam oficiais porque podem-te assaltar e obrigar-te a levantar todo o dinheiro numa caixa multibanco. Todos os alojamentos sabem quais os táxis que podes apanhar.

5. Roubos
Este é um conselho geral, mas nunca coloques o telemóvel no bolso de trás, andes na rua com o telemóvel na mão ou qualquer outro equipamento electrónico. Eu por vezes arrisquei-me a colocar a minha máquina fotográfica ao pescoço enquanto caminhava sozinha, mas sempre tive sorte. Usa também um money belt, aquelas bolsas para colocar à volta da cintura debaixo da roupa e põe aí a maior parte do dinheiro, os cartões de multibanco e a cópia do passaporte. Deixa na mochila ou na mala uma carteira com pouco dinheiro para que, se fores assaltada, digas que é apenas aquele dinheiro que tens.

6. Álcool e outras substâncias
Estás de férias, queres-te divertir e deves aproveitar o melhor das tuas férias, contudo, evita beberes excessivamente e perderes a noção de quem és ou de onde estás. Em principio não estarás sozinha, mas nunca fiques sozinha em caso algum. No Sudoeste Asiático e na América latina são imensos os party hostels, que para além de serem divertidos, podes beber no bar dentro do hostel.
Quanto a drogas, em alguns países as repercussões são bem graves e nem a tua embaixada te poderá ajudar.

7. Usa o teu instinto
Este, talvez, é o melhor conselho que te posso dar. Se algo não bate certo para ti, não vás e não faças. O nosso instinto é super forte e apurado e está quase sempre certo!
Uma vez no Camboja, conheci um turcomeno demasiado simpático numa viagem de autocarro. Trocou de lugares para se sentar comigo, tudo bem, ofereceu-me droga e não aceitei. Ele era super prestável, pois quando saímos do autocarro, insistiu em deixar-me primeiro no meu hostel sem aceitar dinheiro nenhum, mas algo não batia certo. Insistiu em vir-me buscar a tantas horas para irmos comer happy pizza em Phnom Penh. Inventei a maior desculpa que me lembrei e disse que não. Na Bolívia, conheci uns homens num stand de empanadas, fui-me embora e quando dei por mim, vinham quase a seguir-me até ao hostel e disseram que iam-me buscar mais tarde para irmos beber uma bebida.
Lembra-te, não desconfies de todas as pessoas porque há mais pessoas boas que más, mas não facilites demasiado e se o teu instinto dizer-te que não, não lutes contra.

8. “O meu namorado está ao virar da esquina/ sou casada”
Não é certo que funcione, mas se alguém te começar a chatear muito, diz que tens de ir ter com o teu namorado que está à tua espera logo ao virar da esquina. Podes também dizer que és casada! Especialmente em países árabes, eles irão respeitar sem duvidar de ti.

9. Senso comum
Este é um resumo geral do que já disse e que é comum a todos nós: não faças nada no país onde estás a viajar que não fosses fazer onde vives por ser perigoso ou arriscado. Estás fora do teu país e sozinha, previne-te.

Viajar sozinha é maravilhoso pois aprendes imenso sobre ti própria, conheces pessoas fantásticas, tornas-te muito mais auto-suficiente e independente e dá-te uma sensação de liberdade. Já o fiz algumas vezes, aprendi e diverti-me imenso!
Não tenhas medo, mantém sempre uma postura confiante e tenta não chamar muito as atenções. Se seguires estes conselhos, sentir-te-ás mais segura.
Aproveita a viagem e se nunca o fizeste, garanto que vais te sentir super bem!

Colca Canyon, Peru

Colca Canyon, Peru

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s