Atravessar via terrestre a Bolívia para o Brasil

Infelizmente, a América do Sul não conta com voos low-cost como conta a Europa e o Sudoeste Asiático. Na verdade, os preços são bem altos de um país para outro, como da Bolívia para o Brasil. Como andava a viajar em low-budget, a gastar entre dez a quinze euros por dia, na Bolívia, não podia pagar um voo de 300€ de Santa Cruz para o Rio de Janeiro e outras opções surgiram.
Não há muita informação na internet sobre esta travessia e quando a fiz, fui um pouco à aventura, a contar apenas com o que conhecidos me tinham dito. O percurso é cansativo e demorado, pois levei dois dias para chegar ao Rio e passei duas noites longe de uma cama.

O meu trajecto foi Santa Cruz – Quijarro – Corumbá – Campo Grande – Rio de Janeiro

Ainda dentro da Bolívia, o principal ponto de partida para prosseguir com a travessia é chegar a Santa Cruz de la Sierra, de onde saem quase todos os voos para o Brasil. Santa Cruz ainda não é a fronteira do Brasil com a Bolívia, mas daqui temos duas opções para chegar até Quijarro, a cidade fronteiriça com Corumbá, no Brasil, ou de comboio ou de autocarro.
Eu fui de autocarro numa boa companhia, a 23 de Marzo, aliás, a melhor companhia com que fui na Bolívia. Parti, ainda que com uma hora de atraso, de Santa Cruz às nove da noite e cheguei às seis da manhã do dia seguinte.
Ainda em Quijarro, há uma companhia brasileira de autocarros, a 1001, a vender bilhetes directos para o Rio e São Paulo, que levam mais do que 24h de viagem, mas vais precisar de reais, a moeda brasileira, para comprar.
Em Quijarro há poucas caixas de multibanco e se, como eu, tens um cartão Maestro, levanta todo o dinheiro que precisares em Santa Cruz porque de contrário só o Visa funciona.

Atravessei a fronteira sem problemas após três horas na fila, à espera dos carimbos da saída da Bolívia e mais carimbos já no lado brasileiro, de entrada no país. Corumbá não fica logo à saída da bolívia, sendo necessário apanhar um táxi ou uma moto-táxi e cobram bastante por isso! Não ia pagar cinquenta reais por um táxi, paguei então quinze reais por uma boleia até à paragem de autocarro numa moto-táxi.
Cheguei lá e estava uma brasileira que tinha conhecido ainda na Bolívia na fila, à minha espera, para comprarmos os bilhetes de autocarro. Era um Domingo, dez da manhã e esperávamos apanhar o autocarro das onze para Campo Grande e de lá ela ia para Porto Seguro e eu para o Rio. Não correu bem, os autocarros estavam todos cheios e só tínhamos para Campo Grande às 15h, que significava que ia perder o meu autocarro das 21h para o Rio, que nem lugar tinha para mim.

O meu conselho é: compra os bilhetes de Corumbá para o teu destino no Brasil pela internet. Vais te poupar a muito stress.
Restou-me uma opção que nem ficou assim muito cara e que recomendo: comprei um voo interno de Campo Grande para o Rio de Janeiro para o dia seguinte.
De Corumbá até Campo Grande leva-se seis horas e meia de autocarro, com uma paragem obrigatória. Cheguei às 22h e o meu voo era de madrugada, às 5h. Ainda depois de tantas horas sem dormir, carregada com mochilas, o voo com escala em Brasília atrasou mais uma hora. Cheguei ao Rio à hora de almoço.

Resumindo:
– Prepara-te bem porque será uma longa viagem.
– Certifica-te que tens os papéis necessários para a saída e não pagues nenhuma taxa de saída porque é um esquema para te tirar dinheiro.
– Os voos internos no Brasil são muito mais baratos do que voares da Bolívia para o Brasil.

Esta é uma travessia desgastante e para não correres riscos desnecessários, fá-la sempre de dia e mantém-te atento.
Boa viagem!

IMG_5605

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s